segunda-feira, 29 de março de 2010

Altar particular


"...Sei lá,
a tua ausência me causou o caos
No breu de hoje
eu sinto que
O tempo da cura
tornou a tristeza normal
(...)
Sem mais,
a vida vai passando no vazio
Estou com tudo
a flutuar no rio
esperando a resposta
ao que chamo de amor".

(Maria Gadú)

2 comentários:

Postar um comentário