quarta-feira, 2 de junho de 2010

Tantas


Muitas de mim se lapidaram em pedra.
Bruta, rígida, inatingível.
Do meu solo também se esculpiram joias. Raras.
Já perdi as formas de como esta mulher em mim sobrevive.
Delicada e carbono.

6 comentários:

Postar um comentário